sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Escavador de mim




Em vão, as margens de um destino que cantou as horas
Imagens pendendo no caminho - espelho de muitas histórias
Arqueólogo do futuro - Escavador de mim.
Movendo objetos perdidos sem jamais chegar ao fim


Templo das marcas - minhas muitas ilusões!
a caçada desperdiçada - nada - sem contestações!
montantes do passado,  cadáveres amarrados
esfinge de uma vida - faraó acostado

Tesouro escondido - Amores sentidos: Mistério desvendado!


2 comentários:

  1. hola Fernanda,
    estamos juntas en google+. Te sigo ya. Muy encantador tu blog.

    un abrazo^^

    ResponderExcluir